Publicado em: quinta-feira, 01/09/2011

Tarsila do Amaral homenageada pelo Google

Artista brasileira Tarsila do Amaral é homenageada pelo Google. Hoje ela completaria 125 anos de vida.

Quem acessar a página inicial do site de buscas Google nesta quinta-feira (01) vai perceber que a logomarca da empresa foi substituída por uma ilustação em homenagem à artista brasileira Tarsila do Amaral. Conhecida como ‘doodle’, a imagem faz referência ao dia em que a pintora completaria 125 anos de vida. Além da informação a respeito do seu aniversário, o ‘doodle’ mostra os traços característicos da artista ao longo da sua carreira.

Nascida em 1886, Amaral ficou conhecida principalmente pelo seu quadro Abaporu, produzido em 1928, o qual marca a inauguração do movimento antropofágico da cultura brasileira. Diversos artistas da época aderiram a essa tendência como movimento para reforçar a predominância de traços nacionais nas produções artísticas culturais. O próprio nome da obra, Abaporu, é uma palavra indígena que significa “homem que come carne humana”, referência ao termo da antropofagia no modernismo plástico brasileiro. Tal movimento foi idealizado por seu marido, Oswald de Andrade, com quem se casou em 1926.

O início da vida acadêmica de Amaral se deu em um colégio de freiras na cidade de São Paulo. A conclusão dos seus estudos foi garantida ao se mudar para a Espanha, especificamente para a cidade de Barcelona. Quando retornou ao Brasil, Amaral casou-se com seu primeiro marido, o médico André Teixeira Pinto.

Por ser um típico homem conservador da época, Teixeira Pinto não aceitava nem incentivava o desenvolvimento cultural da artista. Essa relação foi um dos principais motivos para o rápido fim do casamento, sendo que seu então marido desejava que ela fosse a tradicional esposa responsável por cuidar dos afazeres domésticos.