Publicado em: terça-feira, 23/08/2011

Tablets da HP desaparecem das lojas após oferta de U$99 pelo produto de 16GB

A empresa fabricante de produto eletrônicos Hewlett-Packard (HP) organizou uma promoção dos seus tablets, o TouchPad, que estavam a venda a partir de U$99 dólares a U$150. A queda do preço foi anunciada no final de semana, sendo que na quinta-feira (18) a empresa divulgou que não produziria mais tablets para esse mercado. Para tentar evitar que os produtos já nas lojas ficassem totalmente relegados, a HP decidiu reduzir os preços, o que resultou na limpeza dos estoques.

Antes de divulgaram a decisão de saírem do mercado de produção de tablets, os valores dos mesmos produtos em ofertas variavam entre U$400 a U$500 dólares. Com esse preço, o produto da HP, que não recebeu boas críticas depois de ter sido lançado no dia 1 de julho, acabava sendo comparado às opções da Apple, com seus iPads, e aos produtos equipados com o sistema operacional Android, desenvolvido pela Google.

As duas opções de preços oferecidos pela HP dizem respeito às possibilidades de capacidade da memória interna. O mais barato, por U$99 dólares, conta com 16 GB, enquanto o mais caro, de U$150, tem 32 GB. Outras lojas com os tablets em etoque também seguiram a iniciativa da HP e padronizaram os preços reduzidos.

Quando os estoques foram totalmente esvaziados pela promoção da HP, surgiu o boato de intenção da empresa em voltar a fabricar o produto. Porém, logo surgiram críticas defendendo que a estratégia foi uma maneira de evitar que a situação piorasse, ao invés de tentar reverter o quadro.