Publicado em: segunda-feira, 16/07/2012

Sylvester Stallone: Peritos pedem mais tempo para determinar causa da morte do filho do ator

Os peritos já concluíram a autópsia da morte de Sage Moonblood Stallone, de 36 anos, filho do ator Sylvester Stallone. Entretanto, os peritos declararam que ainda precisarão de mais dois meses para conseguir determinar a causa da morte. Sage era o filho mais velho do ator.

Um porta-voz do médico legista informou em uma entrevista a imprensa que será preciso finalizar exames toxicológicos para determinar a causa, o que ainda pode levar entre seis semanas para conclusão. Sage foi encontrado morto na última sexta feira (13), sozinho em seu apartamento em Hollywood.

Várias especulações têm rondado a morte do ator, até que um relatório com a causa oficial seja divulgado. De acordo com o site de uma revista muito popular nos Estados Unidos, relatórios apontariam que Sage teria morrido por conta de uma overdose de remédios controlados. Entretanto, George Braunstein, amigo e advogado de Sage, afirmou que o ator não tinha o hábito de beber ou chegou a mostrar sinais de usar medicamentos ou drogas.

Os últimos momentos de vida de Sage também entram na roda das especulações. Artigos divulgados na imprensa afirmam que o ator teria morrido ainda três dias antes de ser encontrado na última sexta feira (13). O advogado, porém, afirmou que isto não é verdade, já que Sage teria postado no Facebook fotos cerca de 17 horas antes de seu corpo ser encontrado.

Histórico

Sage atuou com o pai nos filmes Rocky V, em 1990, como o filho do personagem e no filme Daylight, em 1996. Seu casamento estava marcado para este final de semana, em Las Vegas. Sage foi encontrado morto em seu apartamento depois que a polícia recebeu um chamado para investigar seu paradeiro.

O policial responsável pela perícia no apartamento afirmou que não havia indícios de atividade criminosa ou agressão. Um site americano de fofocas usou fontes anônimas para divulgar que a morte seria conseqüência de uma overdose de medicamentos controlados.

O advogado George Braunstein ainda declarou que Sage vivia um bom momento, trabalhando em diferentes projetos e planejando o casamento. Além de advogado, George era também amigo do ator e se mostrou bastante abalado à imprensa com a perda do colega.