Publicado em: segunda-feira, 18/06/2012

Suspeitos de fraudar concurso público são presos na Paraíba

Depois das denúncias de fraudes em concursos públicos mostradas no último domingo (17) no Fantástico, uma operação deteve, nesta segunda-feira (18), quatro suspeitos integrarem um sistema na Paraíba. Um deles é um advogado dono de uma empresa que realiza concursos, já os outros três são funcionários públicos da prefeitura da cidade Caldas Brandão.

Os mandados de prisão temporária foram feitos através da comarca do município de Gurinhém. Os três trabalhadores da prefeitura de Caldas Brandão, integraram parte da comissão do último concurso feito na cidade, em dezembro do ano passado. Além disso, um deles é secretário de administração da cidade.

Todos os suspeitos foram encaminhados até Gurinhém, e até as 8h desta segunda, a polícia ainda estava fazendo uma catalogação em documentos nas residências dos suspeitos e de seus familiares. Foram apreendidos computadores e pastas.

A hipótese é que a prefeitura teria comprado vagas para a empresa que faz o concurso. Assim, os integrantes da prefeitura é quem determinavam quem deveria ser aprovado. Depois disso, a empresa preenchia gabaritos com os nomes e a assinatura desses indivíduos e juntava com os envelopes onde os fiscais das provas deixavam todas as folhas de resposta do dia da prova.

Os suspeitos irão responder por crimes de frustação do caráter competivo,
formação de quadrilha, falsidade ideológica e corrupção ativa e passiva. Somadas, todas as penas chegam a somar 21 anos de prisão. As investigações devem prosseguir para saber se outros concursos foram feitos também de maneira irregular. O concurso da cidade deverá ser anulado.