Publicado em: sábado, 14/04/2012

SUS fornecerá remédio para tratamento de AVC

Uma portaria que regulamenta a disponibilidade de um medicamento para tratamento de AVC em pacientes foi publicada ontem no Diário Oficial da União. Trata-se do Alteplase, um remédio muito comum utilizado nos hospitais da rede particular para tratar o AVC (acidente vascular cerebral). Agora ele passou a fazer parte dos medicamentos que são oferecidos gratuitamente pela rede pública de saúde. Para ter o remédio nos hospitais da rede pública, estes deverão solicitá-lo às secretarias de Saúde nos estados.

A autorização para o uso será dada pelo Ministério da Saúde. Para que seja feito o credenciamento é necessário que o hospital atenda uma série de requisitos básicos que são importantes para o tratamento dos pacientes. É preciso apresentar um conjunto de procedimentos essenciais, desde o atendimento básico até uma infraestrutura adequada para a reabilitação. A oferta de leitos próprios para esse tipo de tratamento será observada pelo Ministério.

Medicamento normaliza a passagem de sangue para o cérebro

Essa regulamentação do medicamento é resultado de uma consulta pública feita pelo Ministério da Saúde, em 2011. O remédio já era usado em alguns casos nos hospitais para casos de infarto agudo do miocárdio. No entanto ele também é muito importante no tratamento de casos de AVC isquêmico. Nesse tipo de AVC ocorre uma obstrução de um vaso que interrompe o fluxo sanguíneo para o cérebro, sendo que com o Alteplase é possível dissolver o coágulo para normalizar a passagem do sangue.

Conforme informou o Data SUS (Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde), o AVC é a segunda maior causa de morte no mundo e também a principal em sequelas. No Brasil, entre 2005 a 2009, foram registrados uma média de 170 mil internações por AVC ao ano, sendo que desde número houve óbito em pelo menos 17%.