Publicado em: terça-feira, 18/10/2011

Suplicy afirma que ‘banda larga’ é tão falada quanto ‘pêra’ ou ‘maçã’

A cerimônia de encerramento do I Fórum da Internet no Brasil, que aconteceu nesta sexta-feira (14), contou com a fala do senador Eduardo Suplicy (PT-SP), que afirmou que a expressão ‘banda larga’ é tão falada quanto as palavras ‘pêra’ e ‘maçã’. O senador também destacou a importância da mídia quando se leva em consideração a mobilização dos jovens pelas redes sociais para organizar protestos e outros encontros, como o próprio Fórum.

Sobre a frequência do uso da expressão pela sociedade, Suplicy afirmou “eu ainda tenho muito que aprender nessa área. Nem sempre esse termo ‘banda larga’ é compreensível para toda e qualquer pessoa”. Com relação à mobilização possível de ser realizada pela internet, o senador destacou que “é bom saber que há esse movimento aqui, com vocês reunindo proposições que são tão relevantes para nós do congresso”. Além de participar do evento, Suplicy também se comprometeu a ler as conclusões do I Fórum da Internet no Brasil no Congresso.

A partir do dia 1 de outubro, 344 municípios passaram a receber o plano de internet do Projeto Nacional de Banda Larga (PNBL), também conhecido como ‘internet popular’. A mensalidade do serviço é de R$35,00 com internet de velocidade a 1MB, com previsão de melhoria da qualidade ao longo dos próximos anos.

Essa é uma iniciativa do governo que faz parte da previsão de democratizar o acesso à internet para toda a população. Operadoras de telefonia fixa e móvel, como TIM, Telebrás, entre outras, fecharam acordos com o governo para poderem participar do processo de providenciar o serviço.