Publicado em: sábado, 23/06/2012

Supermercados irão incentivar uso de sacolas recicladas com preços baixos

Em um anúncio feito na sexta-feira (22) pelo presidente da Associação Paulista de Supermercados (Apas), João Galassi, afirmou que os supermercados do estado de São Paulo irão diminuir o preço dos sacos de lixo reciclados para que os consumidores sejam incentivados a utilizar este produto.

A medida integra a lista de propostas que serão levadas até o órgão de defesa do consumidor Procon de São Paulo e o Ministério Público paulista para que o pedido do Conselho Superior da Procuradoria seja atendido. A entrega dessas propostas deveria acontecer ainda nesta semana, mas foi adiada para a próxima segunda-feira, 25 de junho.

Por entender que os consumidores estão sendo prejudicados com a proibição de sacolinhas plásticas nos supermercados de todo o estado de São Paulo, o Conselho Superior pediu para que fossem feitos ajustes no acordo.

A ideia é de que além de oferecer subsídios para que os sacos reciclados sejam utilizados, os supermercados paulistas ainda pretendem deixar os custos da produção desse tipo de saco mais barato em uma parceria com as indústrias e ainda pedirão para que o valor do ICMS do produto seja diminuído.

Os supermercados venderão sacolas de material reciclado para aquelas pessoas que se esquecerem de levar as suas sacolas retornáveis na hora de fazer as suas compras. Os consumidores terão a opção de devolvê-las e descontar o valor que foi pago por elas em sua próxima compra no estabelecimento.

No caso, o cliente receberia um tíquete para que o valor das sacolas, que pode variar entre R$ 0,07 a R$ 0,25, em sua próxima compra. As sacolas devolvidas aos supermercados deverão ser encaminhadas para a reciclagem pelo próprio estabelecimento.

De acordo com Galassi, agora o consumidor poderá ter a noção de quanto pagará por cada sacolinha e isso desmotivará o seu uso exagerado.