Publicado em: terça-feira, 05/02/2013

Super Bowl 2013 consegue ser o mais lucrativo da história mesmo com apagão

Super Bowl 2013O time do Baltimore Ravens pode conter a reação do San Francisco 49ers e conseguiu sobreviver a uma queda na energia para que vencesse a 47ª edição do Super Bowl que é a final da Liga de Futebol Americano (NFL) durante a mais lucrativa partida do esporte em todos os tempos.

Os anunciantes fizeram pagamentos de até US$ 4 milhões em cada inserção comercial de 30 segundos que tiveram sua veiculação durante o jogo, porém várias empresas também estavam com os olhos voltados para o mundo digital, dentre estes comerciais, metade continha hashtags que remetiam ao Twitter para que uma discussão fosse estimulada através da ferramenta on-line depois de ter sido exibida.

A cantora pop Beyoncé, após ter várias notícias que havia feito playback enquanto cantava o hino nacional na posse do presidente reeleito norte-americano Barack Obama, realizou um show em que cantou (dessa vez sem ajuda do playback) e dançou durante o intervalo do jogo, tendo o patrocínio da empresa Pepsi e contou com a participação das ex-colegas do grupo Destiny’s Child, em que ela conseguiu chegar à fama.

A rede CBS, que era a responsável pela transmissão da partida nos Estados Unidos, ficou no ar durante os 36 minutos de apagão e afirmou para a revista Advertising Age que os compromissos que tinha junto aos anunciantes foram honrados, sobre o apagão, a revista definiu como sendo um dos momentos mais estranhos em toda a história de Super Bowls.

A queda de energia acabou com a ideia de certos anunciantes, como por exemplo a Coca-Cola, que ira veicular um comercial com duas partes com o tema de corridas no deserto.

Além disso, a queda de luz quase fez com que o jogo em que o Baltimore Ravens dominava o San Francisco 49ers e fazia 28 a 6, quase virasse e terminou 34 a 31 para a equipe de Baltimore que conseguiu ser bicampeã do Super Bowl.