Publicado em: sexta-feira, 27/12/2013

STJD mantém perda de quatro pontos na tabela e Portuguesa continua rebaixada para Brasileirão da Série B

STJD mantém perda de quatro pontos na tabela e Portuguesa continua rebaixada para Brasileirão da Série BNesta sexta-feira (27), o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) manteve a punição da Portuguesa de quatro pontos, pela escalação irregular do meia Heverton na partida contra o Grêmio, pela última rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. Com isso, a Lusa segue na 17ª colocação com 44 pontos somados, dentro da zona de rebaixamento. Por outro lado, o Fluminense, que havia sido rebaixado dentro de campo, continuará na elite do futebol nacional, pois soma 46 pontos.

Indignada com o resultado da segunda instância do Pleno do STJD, a Portuguesa deve ir até a Justiça Comum para tentar reverter a decisão. Todos os oito votos do tribunal foram a favor da punição da Lusa, com a votação do presidente do tribunal, Flávio Zveiter; Décio Neuhaus, Caio César Vieira Rocha, José Arruda Silveira Filho, Alexander Macedo, Gabriel Júnior, Miguel Cançado e Ronaldo Piacente.

Em seu argumento de defesa, a Portuguesa ressaltou que Heverton atuou poucos minutos, a partir dos 32 minutos da etapa complementar, e que a partida em questão não tinha validade para a Lusa, que precisaria de uma série de combinações de resultados, além de uma derrota elástica, para ser rebaixada dentro de campo. O advogado de defesa, João Zanforlim, se baseou ainda no Estatuto do Torcedor, que fala que qualquer decisão do STJD deve ser publicada em algum site oficial, para que tenha validade.

Por outro lado, o procurador-geral do STJD, Paulo Schmitt rebateu as acusações de Zanforlim, ressaltando que o Estatuto do Torcedor serve exclusivamente para o torcedor ser informado sobre as decisões do tribunal e esse, não é um argumento válido para as equipes.

Flamengo também é punido e termina em 16º lugar no Campeonato Brasileiro

Além da Portuguesa, o Flamengo também foi punido com perda de quatro pontos no Pleno do STJD pela escalação irregular do lateral esquerdo André Santos, em partida válida pela última rodada do Brasileirão, contra o Cruzeiro. Naquela ocasião, o jogador não deveria ter sido escalado, já que havia sido expulso na partida de volta da final da Copa do Brasil, diante do Atlético-PR.