Publicado em: segunda-feira, 24/08/2009

STJ nega pedido de habeas-corpus de Roger Abdelmassih

O ministro Felix Fisher negou na noite desta sexta-feira (21) o segundo pedido de habeas-corpus feito pela defesa do médico Roger Abdelmassih.

Ele é acusado de abusar sexualmente de suas pacientes, que procuravam tratamentos na clínica de fertilidade do médico, e está preso desde segunda-feira (17), no 40º Distrito Policial, localizado na Vila Mariana, na zona norte da capital São Paulo.

O anúncio foi feito através de uma nota, divulgada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), que não define os motivos da recusa do pedido de liberdade provisória.

Na quarta-feira (20), o Tribunal de Justiça de São Paulo já tinha indeferido um pedido de habeas-corpus a favor do médico. Segundo o advogado José Luiz Oliveira Lima, que defende Abdelmassih, a prisão do médico é ilegal.

Além de ter negado seu pedido de liberdade, Abdelmassih teve seu registro profissional suspenso de forma cautelar por tempo indeterminado pelo Conselho Regional de Medicina (CRM). Dessa forma, se o médico vier a ser solto, ele não poderá mais praticar a medicina.