Publicado em: quinta-feira, 12/01/2012

SP deve vacinar 5,8 milhões de pessoas contra hepatite B

A Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo quer imunizar aproximadamente 5,8 milhões de moradores no estado contra o vírus da hepatite B. Para isso, está sendo montada uma força tarefada durante o período das férias escolares para vacinar o público alvo de 15 a 19 anos. De acordo com a secretaria, uma cada três paulistas nesta faixa de idade ainda não receberam a vacinação. Neste ano, o Ministério da Saúde ampliou o acesso a vacina para adultos de até 29 anos.

A vacinação também estará disponível de forma gratuita para todas as gestantes do estado e também as pessoas consideradas como grupo de risco, como manicures, podólogos, profissionais da saúde, caminheiros, doadores de sangue, coletores de lixo, policias, usuários de drogas e profissionais do sexo.

“O vírus da hepatite B pode ser transmitido por meio de relação sexual sem proteção, porque ele está presente nas secreções e no sangue. O contato com sangue contaminado pode transmitir o vírus, e também há a contaminação vertical, de mãe para o bebê”, explica a diretora de Imunização da secretaria, Helena Sato.

Para estar totalmente imunizado contra a doença, é necessário tomar corretamente as três doses da vacina. A primeira dose pode ser tomada em qualquer época do ano. A segunda dose deve ser aplicada um mês apos a primeira, a terceira após seis meses. Todos os postos de saúde do estado estarão vacinando a população. O horário de atendimento é das 8 horas até às 17 horas.