Publicado em: quarta-feira, 09/04/2014

Sônia Abrão revela que não assiste televisão

Sônia Abrão revela que não assiste televisãoA apresentadora Sonia Abrão é considerada linha dura e polêmica em vários aspectos, mas em uma entrevista recente à um portal da internet, se colocou à disposição para tratar de qualquer assunto, sem fugir de perguntas polêmicas numa entrevista que durou algumas horas.

Uma das revelações da entrevista é que a apresentadora, apesar de tratar de assuntos da televisão e celebridades, não costuma assistir aos programas atuais de televisão, além de admitir odiar o Big Brother Brasil, depois de ter coberto algumas edições do reality.

A entrevista aconteceu logo após a exibição de mais uma edição do seu programa A Tarde É Sua, que Sônia, hoje com 54 anos, apresenta desde o ano de 2006 na RedeTV!

Ela comentou que com os entrevistadores que o programa daquele dia havido sido pesado, se referindo à presença da sensitiva Márcia Fernandes, explorando uma gravação do rapper MC Daleste feita pouco antes de sua morte, já que o texto foi apontado como um pressentimento da morte futura.

Sônia Abrão começou passando pela editoria de variedades do antigo jornal Notícias Populares, mas também por redações de revistas como a Contigo!. Nos anos 90, ela entrou na rádio e pouco depois estreou na televisão.

Ela comentou que sua primeira emissora foi o SBT, quando participava de programas da apresentadora Hebe Camargo, além de ter assumido o posto como uma das juradas do Troféu Imprensa, responsável por premiar artistas e atrações da música e televisão brasileira.

Depois recebeu o convite para atuar no programa Aqui Agora, responsável por ter revolucionado o jornalismo brasileiro. Ela destacou que um dos pontos mais marcantes de sua carreira neste período foi a cobertura da morte da atriz Daniela Perez, no ano de 1992.

A apresentadora também já foi acusada de promover sensacionalismo para conseguir alcançar melhores índices de audiência, mas Sonia Abrão afirma que nunca precisou recorrer a isso, mas que quem está na chuva é para se molhar.

Um dos casos mais polêmicos que envolver a apresentadora foi em 2008, durante o sequestro da estudante Eloá Pimentel, quando Sonia Abrão conversou ao vivo com o sequestrador da menina, Limderberg Alves, interferindo no trabalho da polícia em Santo André.

Sobre o caso, Sonia Abrão explicou que a produção estava há horas em busca do telefone de Eloá e que ao conseguirem, também se surpreenderam pelo fato de Limderberg ter atendido.

Depois de ter gravado a matéria com o repórter Luiz Guerra, o rapaz assistiu ao programa e ao receber uma nova ligação, pediu para dar uma declaração ao vio, alegando estar preocupado que o Brasil pensasse que ele é um bandido.

De acordo com ela, estava no meio do programa durante a apresentação quando seu diretor a avisou que o rapaz estava na linha. Ela garante que conversou com ele com base em sua experiência jornalística.