Publicado em: sábado, 03/08/2013

Snowden recebe asilo e EUA se sente apunhalado pelas costas

Snowden recebe asilo e EUA se sente apunhalado pelas costasO ex-agente da CIA e fugitivo da justiça etadunidense Edward Snowden aproveitou a sexta-feira, dia 2 de agosto, as suas primeiras horas de liberdade depois de dias a fio preso dentro da área de transito do aeroporto de Sheremetievo na capital russa, Moscou.

A Rússia concedeu ao jovem um asilo temporário de duração de um ano, o que representa para Washington um desafio claro do país aos Estados Unidos da América, estreitando ainda mais o já sensível relacionamento entre os países.

Anatoli Kucherena, advogado russo que tem atuado com o fugitivo Snowden disse que está tudo bem com Edward Snowden e que ele está abrigado em um lugar seguro, para tanto deve ser mantido em sigilo o seu endereço. Além do mais um grande silencio tem sido feito desde que ele deixou o aeroporto onde esteve por um período superior a cinco semanas.

Anatoli Kucherena é o assessor legal do fugitivo Snowden que é reclamado na Justiça dos Estados Unidos por ter revelado a público um esquema de espionagem que é realizado em massa através de serviços de comunicações nos serviços secretos estadunidenses, com o aval do governo.

O advogado de Snowden, Kucherena declarou não saber ainda se será possível realizar um encontro entre seu cliente e a imprensa, pelo menos por enquanto ele sabe que não será possível, mas ele vai tomar conhecimento de como ficará em um momento próximo.

Kucherena entregou a Snowden no dia 31 de julho a documentação de origem russa como um asilado temporário no país. O advogado também revelou que será enviado um convite para a Embaixada Russa em Washington, com o intuito que Lon Snowden, o pai do de Edward Snowden tenha a permissão de vir ao país visitar seu filho.

Mikhail Vinogradov, que é diretor do Centro de Assistência Psicológica para Situações Extremas afirmou que Snowden se adaptará a Rússia sem maiores sacrifícios, para ele os russos e americanos são similares psicologicamente.

A decisão governamental russa na concessão do asilo temporário ao fugitivo fez sair faíscas no departamento de Washington. Charles Schumer, senador do partido democrata em Nova York declarou que a Rússia apunhalou os EUA pelas costas e a cada dia que deixa Snowden livre nas ruas, afunda mais este punhal.