Publicado em: quarta-feira, 03/07/2013

Smart da Microsoft quer elevar sua autoestima

Smart da Microsoft quer elevar sua autoestimaVocê está triste. Seu cachorro, que há anos vivia com você, o deixou. Precisa acessar seu celular para conversar com alguém, mesmo um pouco contra sua vontade. É aí que entra em cena o detector de humor do aparelho da Microsoft. O sistema, ainda em desenvolvimento, detecta o temperamento do consumidor, pode indicar filmes, músicas e livros que tenham mais chances de melhorar o astral do usuário. Perfeito para você que considera o smartphone o melhor amigo do homem.

Até agora, no período de testes, o modelo acertou em cheio qual era o humor em 66% dos casos. Impressionante. É sublime como, a cada dia, o homem torna a tecnologia mais inteligente para o bem-estar do próprio ser humano. Assim, a era pós-moderna dá passos para a hibridização do homem-máquina, no futuro. É o que os objetivos desse desenvolvimento evidenciam. As principais interessadas, no presente, são as companhias que oferecem serviços de filmes e músicas aos internautas, como a Netflix e a Spotify.

A tecnologia foi batizada de “MoodScope” e já está em fase de testes pelo setor de pesquisas e planejamento da Microsoft Research, na Ásia. Se você é um usuário tímido, ou não gosta de compartilhar seu ânimo, tristeza, solidão, raiva, ansiedade etc., isso não deverá ser um problema, desde que o sistema venha com a opção de desligar o compartilhamento automático nas redes sociais.

Por outro lado, é possível observar que o sensor ajudará na comunicação entre amigos nas redes. Você tem grandes chances de fazer a boa ação do dia ao perceber que o status triste de seu melhor amigo, seu pai, mãe, irmãos.

Quando ficar pronto, recomende esse smartphone para seu chefe. Você terá grandes chances de saber a hora certa de pedir um aumento, apresentar um projeto, ou fazer uma piadinha, como essa.