Publicado em: sábado, 15/03/2014

Sintomas de distúrbios de sono e depressão são comuns e muitas vezes passam despercebidos

Sintomas de distúrbios de sono e depressão são comuns e muitas vezes passam despercebidosOs sintomas de irritação, desânimo e falta memória, podem não ser tão simples como parecem, indicam que tem algo que não está certo no corpo, porém, muitas vezes estes sintomas passam batidos por serem comuns. Entretanto, é preciso se atentar, porque eles podem estar relacionados a distúrbios de sono e até mesmo a tão temida depressão.

De acordo com o ginecologista José Bento, explica que esses problemas geralmente são detectados nas mulheres, por conta do estresse, trabalho excessivo e a inconstância de hormônios causada pela menopausa. A médica especialista em neurologia, Andrea Bacelar informa que, é muito importante que nessas circunstancias um médio seja procurado para que o paciente tenha diagnóstico e tratamento adequado, segundo ela, um levantamento feito mostra que 30% das pessoas sofrem de apneia do sono, mas grande parte não procura ajuda.

Se o paciente com problema do sono não procurar nenhum tipo de auxílio médico, e se realmente ele tiver depressão por conta disso, ela pode até ir embora por um tempo, contudo, não será curada e poderá voltar com o tempo. Assim também acontece com quem tem depressão, se não receber tratamento, está sujeito a ter perda de sono.

Problema detectado

Segundo a médica, quem sofre com o distúrbio do sono, provavelmente também terá outros sintomas relacionados, como falta de disposição e de energia, cansaço e indecisão, do outro lado, quem tem a depressão, pode ter sinais de desinteresse, falta de comunicação, choro fácil e pessimismo. Mesmo com tantos sinais e alertas que o corpo dá, não é simples identificar o problema, para o aposentado Lazaro Gilberto, conta que o cansaço e a irritação constante foram causados por um distúrbio que geralmente aparece em homens com mais de 40 anos e que possui obesidade, a apneia do sono. Por conta deste distúrbio, ele acordava diversas vezes na noite, assim, passava o dia se sentindo cansado. Mas a rotina e a vida mudaram depois de receber o diagnóstico e iniciar um tratamento no Instituto do Sono, que o fez ficar curado e voltar a dormir tranquilamente.