Publicado em: sábado, 15/03/2014

Sheik deve ser negociado após o término do Paulistão

Sheik deve ser negociado após o término do PaulistãoCom a lesão de Paolo Guerrero e o empréstimo de Alexandre Pato ao São Paulo, tudo indicava que Emerson Sheik voltaria a ter espaço no elenco do Corinthians. Contudo, mesmo com as baixas, Mano Menezes não parece disposto a utilizar o atacante. Nesta sexta-feira, o técnico utilizou Luciano e Romarinho nos treinos que definem a equipe que enfrenta a Penapolense, no domingo.

Reserva

A presença de Emerson Sheik no banco de reservas já se tornou uma realidade concretizada no Corinthians. Para piorar o clima, Emerson Sheik sabe que só segue no Timão porque os dirigentes não conseguiram negociá-lo no início da temporada, devido à falta de clubes interessados no atacante de 35 anos.

Além de oferecer Sheik de graça por empréstimo, o Corinthians se dispôs a pagar metade do salário do atacante, hoje na casa dos R$500 mil mensais. A manobra tentada pela diretoria alvinegra foi a mesma que levou Pato ao São Paulo. Hoje, cada uma das equipes é responsável por pagar 50% dos salários de Alexandre Pato. Mas, com Emerson, a ideia não deu certo.

Especulações

No início da temporada, surgiram várias especulações sobre uma transferência de Emerson Sheik para o Grêmio ou o Atlético-MG. Entretanto, em nenhum dos casos a negociação avançou. No momento, os campeonatos estaduais estão iniciando suas fases finais, não havendo mais a possibilidade de que novos atletas sejam inscritos. Por isso, o Timão terá de ficar com Emerson Sheik até o término do Campeonato Paulista, pelo menos.

Irregular

Nos bastidores do Corinthians, Emerson tem sido visto como um atleta irregular. Quando vive um bom momento em termos físicos e técnicos, o atacante acaba sendo expulso, ou protagonizando situações fora de campo. Atualmente, os dirigentes consideram que a questão de Emerson Sheik é técnica, por isso o atacante não vem sendo utilizado por Mano Menezes.

Esta situação cria um dilema no Corinthians: os dirigentes concordam que Emerson não deve ser escalado como titular. Ao mesmo tempo, se pretendem negociar o atleta após o Paulistão, é preciso que Emerson volte a mostrar um bom futebol. Apesar de todas as críticas internas, os cartolas do Timão evitam criticar Emerson em público, pois isso também poderia prejudicar uma possível venda futura.

Sheik está sem fazer gols há quase oito meses. A última vez que balançou as redes foi no dia 31 de julho de 2013, no triunfo do Corinthians sobre o Grêmio, por 2 a 0. Na época, Alexandre Pato ainda era visto como uma esperança para o torcedor alvinegro.

Desmanche

Pouco mais de um ano após a conquista do Mundial de Clubes, o Corinthians é uma equipe completamente diferente. Do elenco que venceu o Chelsea, apenas Cássio, Ralf e Fábio Santos seguem na equipe. Muitos foram negociados, enquanto outros, como Emerson Sheik, acabaram perdendo espaço na equipe. Curiosamente, Emerson foi um dos destaques da Libertadores daquele ano, juntamente com Paolo Guerrero, que também perdeu espaço na equipe titular nas últimas rodadas do Paulistão, antes de se lesionar no clássico contra o São Paulo.