Publicado em: sábado, 05/05/2012

Setor de serviços registra alta da atividade no mês passado

Segundo dados de uma pesquisa feita pelo HSBC e divulgada na tarde de ontem, o setor de serviços teve um aumentou na atividade durante o mês passado. A pesquisa foi divulgada pelo Markit Economics e mostrou que abril alcançou 54,4. Esse número mostra que houve uma leve recuperação em relação ao mês de março. Neste terceiro mês do ano, o indicador marcava 53,8.

O que fez elevar esse indicador, segundo o órgão que aplicou a pesquisa, foi o aumento da demanda de clientes. Com isso 22% das empresas registraram um volume mais elevado de seus negócios no mês de abril de 2012. Em função disso, outras áreas também tiveram impacto. Em abril o número de empregos apresentou elevação de 8%. De acordo com o Markit Economics, houve a criação de novos postos para sanar a necessidades dos novos negócios que surgiram. No entanto esse resultado não foi o melhor dos últimos meses. Ao contrário, foi o mais fraco desde novembro de 2011.

Nível de emprego cai e emtregas são prejudicadas

Segundo a empresa que realizou a pesquisa, o nível de empregos desacelerou atingindo um recorde negativo dos últimos cinco meses. Há ainda consequências negativas da alta no setor de serviços. Essa elevação prejudicou a entrega das empresas. O Markit Economics ressaltou que houve um atraso, mas que ficou abaixo do recorde registrado em fevereiro. Em relação ao setor industrial, como outras pesquisas também já mostraram, houve queda nas atividades em função da diminuição de pedidos. De acordo com esse índice, a atividade industrial caiu de 51,1 para 49,3 no mês de abril.

Esses dados indicam que a atividade de serviços está aumentando em um ritmo leve, menor do que aquele observado no primeiro trimestre de 2012. No entanto, esse é um ritmo forte mantido pelo setor desde 2010.