Publicado em: terça-feira, 16/09/2014

Sessão de cinema no cemitério tem excesso de público e causa tumulto na entrada

Sessão de cinema no cemitério tem excesso de público e causa tumulto na entradaNa noite do último sábado (13), aconteceu a oitava edição do Cinetério, uma mostra de filmes de terror que reuniu um público acima do esperado no Cemitério da Consolação. O evento começou a noite e só terminou na madrugada. Pessoas que possuem familiares no local haviam ameaçado protestar contra a mostra, mas nenhuma manifestação contrária aconteceu. Muitas pessoas ficaram do lado de fora, criando um clima tenso. A capacidade máxima do local é de 200 pessoas, em torno das 22h30, a fila já dobrava o quarteirão e alcançando a rua Sergipe. Logo que começou a primeira sessão, mesmo com os portões já fechados, os seguranças tiveram problemas para controlar um início de confusão na entrada.

Segundo informações fornecidas por uma funcionária, a estimativa era de mil pessoas que esperavam para entrar, como não conseguiram, tentaram invadir a força e até mesmo chegaram a queimar sua mão com um cigarro. Ela completa dizendo que um grupo de oito pessoas reclamou da desorganização do evento e também porque não houve limite de lugares. A assessoria da mostra de filmes diz ter dito a capacidade do espaço. Porém, de acordo com o guia de programação que foi distribuído no cemitério, não continha essa informação.

Improviso

Pensando em controlar a situação, a produção resolveu improvisar um rodízio, fazendo isso, as pessoas que não conseguiram entrar na primeira sessão, entraram nas outras duas. Quando já se passava da 1h, Mario Pina decidiu entrar com um grupo de amigos, ele chegou em torno das 22h30 e esperou por três horas, até conseguir entrar. Ele afirma que a espera valeu a pena, porque realizou um sonho de infância, assistir um filme de terror dentro do cemitério.