Publicado em: segunda-feira, 23/08/2010

Sequestrador mantém reféns em ônibus por dez horas

Um sequestrador manteve 15 pessoas como reféns por mais de dez horas em um ônibus, em Manila, Filipinas, na segunda-feira.

O sequestro teve fim após policiais de uma equipe especial da polícia invadir o ônibus. Durante a operação policial, oito pessoas foram executadas, entre elas o sequestrador do ônibus. A invasão do veículo ocorreu após serem ouvidos disparos.

Durante as negociações, nove reféns foram libertados. O sequestrador havia informado que às 15 horas ‘algo grande iria acontecer’. Entretanto, nenhum incidente ocorreu no horário indicado, e o diálogo com os policiais prosseguiu.

Os passageiros eram turistas, e o sequestrador, Rolando Mendoza, de 55 anos, estaria armado com um fuzil M-16, além de outras armas. As primeiras informações dariam conta que Mendoza queria de volta seu emprego de policial militar.