Publicado em: terça-feira, 24/07/2012

Senadores falam sobre uso de redes sociais na campanha em 2012

O uso das redes sociais, uma nova ferramenta disponível na internet, tem sido freqüente por grande parte dos políticos que mantém, por meio delas, um contato cotidiano com seus eleitores. Além disso, é pode ser vista como um novo espaço para a campanha de 2012. Essa é opinião de diversos senadores que costumam usar esse espaço com frequência. Mesmo em períodos em períodos em que não há eleições é possível usar as redes sociais como forma de dar objetividade ao trabalho, seja nas prefeituras ou no Congresso. Segundo Walter Pinheiro, líder do PT no Senado, o seu trabalho parlamentar já foi incorporado nas redes sociais e é possível, por meio da interação dos usuários, usar propostas colocadas ali para levar ao Congresso.

Políticos devem prestar atenção naquilo que os internautas escrevem na rede

Um dos segredos, de acordo com os senadores, é prestar atenção ao posicionamento dos cidadãos por meio da rede, assim como suas demandas e necessidades. Segundo Pinheiro, por meio da internet há uma interatividade imediata, o que é diferente do que ocorre na televisão ou no rádio. Outro senador que destaca a importância da rede é José Agripino Maia, presidente do Democratas. Ele ressalta que a ferramenta pode ser usada para o debate de idéias. Ele utiliza a internet há um bom tempo e fala que os comitês precisam dar atenção para esse espaço, assim como para a televisão e o rádio. Na opinião dele a ferramenta também tem destaque na formação da opinião pública. O senador também fala que um ponto positivo é que a campanha nesse espaço tem um custo muito baixo. O senador Álvaro Dias, líder do PSDB no Senado, diz que o uso da internet deve ocorre não apenas durante o período eleitoral para que ela tenha alguma eficácia. É preciso usá-la para conversar diretamente com os cidadãos, ressalta ele.