Publicado em: terça-feira, 12/04/2011

Senado propõe referendo sobre desarmamento

O senado irá votar uma proposta para realizar um novo plebiscito sobre o desarmamento no país, informou na terça-feira (12) o presidente da casa, o Senador José Sarney.

A proposta ganhou força após o ataque ocorrido na semana passada, em uma escola municipal do Rio de Janeiro, onde doze crianças morreram após um atirador efetuar disparos. A intenção é que a votação seja realizada no dia 2 de outubro deste ano.

O processo para realizar o referendo tem início com a coleta de assinaturas no Senado, e que devem ser coletadas no mínimo 27 assinaturas para que a proposta seja votada. Em seguida, o projeto deve ser submetido à análise da Câmara Federal e enfim para a Presidenta Dilma Rousseff.

Caso o plebiscito venha a ocorrer e a maioria do população vote pela proibição, a legislação brasileira passaria por modificações, fazendo com que o porte de arma no país se tornasse ilegal. Em 2005 o governo realizou a mesma consulta, e a maioria da população votou contra a proibição.