Publicado em: quinta-feira, 26/07/2012

Seis pessoas são mortas em São Paulo durante a madrugada

São Paulo teve uma madrugada de quarta-feira para quinta-feira bem violenta. Pelo menos oito pessoas foram baleadas nas regiões de Jaçanã e Tremembé, que ficam na zona norte da capital paulista. Destas, seis morreram.

As mortes começaram quando homens em uma moto abriram fogo, ainda na noite de quarta-feira, 25 de julho, contra pessoas que estavam jogando cartas na entrada de um lava rápido no Jaçanã. Três pessoas, entre elas um adolescente de 17 anos, foram mortas no ataque. O crime aconteceu por volta das 21h30. Entre as vítimas fatais estão o dono do lava rápido, César da Conceição, de 44 anos, um funcionário do estabelecimento, Isaque Pereira Lima, de 20 anos e Leonardo Ferreira de Oliveira, de 17 anos. Outras duas pessoas ficaram feridas e estão internadas em hospitais da região.

O ataque foi registrado como sendo a sétima chacina ocorrida na região metropolitana de São Paulo somente neste ano. Desses casos, três foram registrados no capital e os outros em cidades da região. Somando todos os registros, 22 pessoas foram mortas em 2012 neste tipo de crime.

Já durante a madrugada desta quinta-feira, 26 de julho, mais mortes foram registradas na zona norte de São Paulo. Na ocasião, duas pessoas foram baleadas e mortas na região do Tremembé, por volta da 1 hora. O crime aconteceu na Rua das Flores. Já na região do Jaçana mais uma pessoa foi morta por volta da 1h30.

A Polícia Civil, com o acompanhamento da Corregedoria da Polícia Militar, investiga os crimes e até o momento não tem nenhum indício de que estes crimes estejam relacionados. Nenhum suspeito pelas mortes havia sido preso até a manhã desta quinta-feira.