Publicado em: sexta-feira, 20/06/2014

Segundo Polícia recurso antirroubo do Iphone faz com que smartphone deixe de ser alvo de bandidos

Segundo Polícia recurso antirroubo do Iphone faz com que smartphone deixe de ser alvo de bandidosDe acordo com informações passadas pelas polícias de Londres, São Francisco e Nova Iorque, o número de roubos e furtos de smartphones da marca Apple foram reduzidos devido a ferramenta que permite que o usuário do telefone bloqueie o aparelho após um furto.

As análises foram feitas pelos órgãos onde os produtos da empresa de Steve Jobs tem seu uso popularizado, Na Europa e também nos Estados Unidos, os produtos da Apple são alvo da escolha de um grande número de pessoas que buscam obter smartphones.

O recurso antirroubo ao qual as polícias se referem é o activation Lock, por meio de sua utilização esse recurso que foi disponibilizado no sistema IOS 7, que é o sistema operacional de aparelhos portáteis da Apple, fica permitido ao dono do smartphone que o aparelho tenha suas funções bloqueadas para a utilização, com isso o aparelho fica travado, só podendo voltar a funcionar normalmente através da digitação de uma senha que é feita pelo dono do smartphone.

Com os usuários dos aparelhos utilizando cada vez mais este recurso antirroubo o número de aparelhos furtados diminui 19% em Nova Iorque, além disso houve redução também dos números de latrocínios, roubo seguido de morte, registrados, essa diminuição foi de 29%, no período de janeiro a maio deste ano, estes índices foram diretamente comparados com os números registrados no mesmo período do ano de 2013.

Segundo Eric T. Schneiderman, procurador geral de Nova Iorque, o sistema antirroubo da Apple influenciou diretamente na redução dos casos em que envolvem furtos de smartphones, já que por meio deste recurso os aparelhos podem ser desativados pelos proprietários, o que para os bandidos torna o aparelho inútil.

Para os policiais algo que também teve influência sobre esses números foi o fato de se ter que ter um código de acesso para que se possa ativar o aparelho, sendo assim caso o bandido pegue o aparelho ele precisa ter o código de acesso para conseguir verificar as informações dispostas no aparelho e assim apaga-las para revender o smartphone.

O procurador geral de São Francisco, declara que a expectativa é para que as empresas invistam em ferramentas de segurança como esta da Apple e que isso seja um padrão dentre as fabricantes de smartphones, além disso segundo George Gáscon é preciso que estas empresas expliquem para os usuários as maneiras de se utilizar destes recursos, já que a maioria das pessoas desconhecem as técnicas para ativação destes componentes.