Publicado em: quarta-feira, 10/04/2013

Segundo IBGE preço do tomate deve voltar ao normal

Segundo IBGE preço do tomate deve voltar ao normalO IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística estima que a melhora no clima, refletida sobre a safra pode fazer com o preço do tomate volte ao normal após o aumento de 20,17 no mês de fevereiro e o mais recente de 6,14% em março. A alta de preços no produto acumulou um total de 122,13% nos últimos doze meses fazendo com que o tomate virasse prato de luxo na mesa dos brasileiros. Com os novos dados do Instituto informados nesta quarta-feira, 10, a previsão é de que o produto volte a fazer parte das refeições no país em breve.

O IPCA – Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – IPCA, registrou 0,47% de inflação no mês de março, número favorável em relação aos 0,60% medidos em fevereiro e a média que vem sendo registrada deste agosto de 2012.

A farinha de mandioca, item indispensável nas mesas de refeições das regiões Norte e Nordeste vem apresentando situação bem semelhante ao tomate. Só em julho do ano passado o produto chegou a custar R$8,00 o quilo. O aumento é justificado pela seca que prejudicou as safras de mandioca e farinha, mas que também vem apresentado recuo no preço deste março onde teve alta de 21,43 contra os 11,64% registrados em fevereiro.

O açaí mais um item básico na alimentação da população do Norte do Brasil tem registrado altas que chegaram há 16,77% em fevereiro e 18,31% no mês de março. Motivado também pela demanda maior que a oferta prejudicada pelo clima da região.

Previsão de normalização

Mesmo com o aumento excessivo destes itens nos últimos 12 meses o recuo apresentado já é animador e motiva a desaceleração do IPCA: 1,5% em fevereiro e 1,14% em março.

A variação de acordo com o Índice é de 1,16% em março para produtos alimentícios contra os 0,36% de aumento dos não alimentícios.