Publicado em: quarta-feira, 05/11/2014

Segundo estudo Google Glass pode inibir a visão periférica de seus usuários

Segundo estudo Google Glass pode inibir a visão periférica de seus usuáriosUma pesquisa relata que as pessoas que são usuárias do Google Glass, que possibilita que as pessoas acessem a internet através da utilização de uma tela que fica instalada em uma armação de óculos, podem ter pontos cegos do lado direito, o que pode causar problemas em tarefas diárias como dirigir, a prática de esportes e até mesmo na hora em que este estiver atravessando uma rua.

O resultado do estudo foi publicado no jornal da Associação Médica Americana, segundo os dados da pesquisa três pessoas fizeram parte do estudo, segundo os autores da matéria, a descoberta apurou que houve um ineficiência da visão periférica do lado direito, exatamente, onde o Google Glass fica instalado.

Os cientistas que realizaram o estudo declararam que outras pesquisas com análises mais detalhadas precisam ser realizadas, além disso há também a necessidade da participação de mais pessoas para que sejam verificados resultados mais eficazes.

Segundo os pesquisadores da Universidade da Califórnia este estudo é o primeiro que demonstra o que um dispositivo que é utilizado no campo de visão pode causar aos seus usuários, segundo eles foi constatado um dano que foi considerado significativo no quadrante superior direito da visão e isso aconteceu por causa da barra que fica localizada no lado direito do Google Glass, todos os três participantes não apresentavam problemas de visão.

O Google Glass está disponível no mercado americano desde o mês de maio e ele faz parte da nova moda, onde as pessoas buscam por dispositivos que possam ser usados, estes são a grande aposta do mercado de dispositivos eletrônicos, mesmo que as novas criações do mercado tenham sido mais voltadas para relógios e também pulseiras, que assim como o Google Glass também permitem acessibilidade à internet.