Publicado em: quarta-feira, 11/04/2012

Segunda melhor universidade do mundo poderá ter centro no Brasil

A universidade considerada a segunda melhor do mundo, o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), começaram trabalhar nas negociações para que seja instalado um centro de pesquisa da instituição no Brasil.

Quem anunciou a parceria foi o ministro da educação Aloizio Mercadante, depois da visita ao MIT Media Lab, o laboratório de pesquisa em Boston. De acordo com Mercadante, as negociações ainda estão em andamento e não existem previsões a respeito de que cidade o centro será instalado, nem mesmo a data de inauguração. O MIT por sua vez, declarou apenas que está em negociação de uma parceria com o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA).

Ao longo da visita, diversos acordos entre os dois governos foram assinados, através do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o MIT, para que seja ampliado o número de bolsas de estudo do programa Ciência sem Fronteira, prevendo a concessão de 100 mil oportunidades para os estudantes brasileiros fora do país até o ano de 2014.

A presidente Dilma Rousseff também destacou na ocasião a importância da realização de parcerias com instituições de ensino americanas. De acordo com a diretoria do MIT, um total de quase 60 estudantes brasileiros está atuando atualmente no instituto.

Sobre o programa

O programa Ciência sem Fronteira tem buscado promover a expansão da ciência, pesquisadores e tecnologia brasileira através do intercâmbio de estudantes e professores. As bolsas ofertadas são em diferentes categorias: graduação sanduíche, educação profissional e tecnológica e pós-graduação; doutorado sanduíche, doutorado pleno e pós-doutorado.