Publicado em: quinta-feira, 16/01/2014

Seedorf se aposenta e vai treinar o Milan

Com 37 anos e uma carreira vitoriosa, o holandês Clarence Seedorf anunciou nesta terça-feira, 14 de janeiro, que vai se aposentar dos gramados. Contudo, Seedorf continuará atuando no futebol, mas desta vez fora das quatro linhas: o meia recebeu uma proposta para treinar o Milan, da Itália, e está de malas prontas para exercer sua nova função.

Com a proposta, Seedorf abriu mão do restante de seu contrato com o Botafogo, que ia até julho deste ano. O holandês também não terá a chance de jogar uma Libertadores, que seria sua primeira competição internacional na América Latina. O Milan já tentava, há tempos, contar com Seedorf como treinador, mas as investidas ganharam força após a demissão de Massimiliano Allegri, mandado embora após o vexame sofrido contra a modesta equipe do Sassuolo no último domingo. O Milan abriu 2 a 0 no marcador, mas sofreu uma humilhante virada. A partir terminou 4 a 2 para o Sassuolo.

Despedida

Após ter aceitado a proposta do Milan, Clarence Seedorf convocou uma entrevista coletiva para anunciar sua aposentadoria como jogador profissional. O holandês se recordou dos 22 anos como atleta, ressaltando que a escolha pela aposentadoria foi algo difícil. Por fim, o meia agradeceu a seus companheiros de equipe e pediu que o grupo continue sua boa campanha. Com Seedorf, o Botafogo conseguiu voltar à Libertadores após 17 anos fora da competição continental.

Antes de embarcar de vez para a Itália, Seedorf ainda fará uma escala em Saquarema, onde o Botafogo realiza sua pré-temporada.

Substituição difícil

Após a despedida de Seedorf, foi a vez de Maurício Assumpção, presidente do Botafogo, falar a respeito da saída do meia. Maurício mencionou que a equipe perderá em qualidade técnica sem Seedorf em campo, afirmando que será difícil encontrar um substituto à altura do holandês no mercado. Contudo, o mandatário alvinegro ressaltou que a vinda e a boa passagem de Seedorf pelo Botafogo poderá ajudar o clube em futuras contratações de peso.

Trajetória

Seedorf chegou ao Botafogo na metade de 2012. No período em que esteve no clube carioca, foram 81 jogos disputados, com 24 gols marcados. Com a camisa 10 do Botafogo, Seedorf ajudou a equipe a conquistar o Campeonato Carioca de 2013, torneio no qual o holandês foi escolhido como o craque da competição. A chegada de Seedorf ao Botafogo também teve um importante fator psicológico. A presença de um ídolo mundial do futebol fez com que a equipe ganhasse em autoestima.

Apesar de ter tido uma excelente passagem pelo Botafogo, Seedorf também passou por alguns momentos difíceis. O meia chegou a ter alguns atritos públicos com a diretoria devido ao atraso de salários, além de ter criticado torcedores que jogaram ovos no ônibus da equipe após uma derrota.

Devido à sua experiência, Seedorf ficou conhecido por cobrar muito de seus companheiros. Este comportamento fez com que o holandês tivesse alguns problemas com seus companheiros de equipe, como Antônio Carlos, Jefferson, Gilberto e Dória. Os atritos, entretanto, foram rapidamente resolvidos.