Publicado em: quarta-feira, 10/04/2013

Seedorf recebe advertência, dá autógrafo e pode jogar nesta quarta-feira

Seedorf recebe advertência, dá autógrafo e pode jogar nesta quarta-feiraO meia Clarence Seedorf, do Clube de Futebol e Regatas Botafogo, esteve no no Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ) para um julgamento durante esta terça-feira (9), devido a expulsão que sofreu no jogo da Taça Rio em que o Alvinegro enfrentou o Madureira no dia 24 de março. O meia foi advertido por ter infringido o artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que é o ato de assumir uma conduta que é contrária à ética desportiva. Com este resultado, Seedorf foi liberado e pode atuar já nesta quarta-feira (10), quando o Botafogo enfrenta o Friburguense, no estádio de Moça Bonita, na Taça Rio.

Seedorf foi denunciado nos artigos 258, que foi condenado, e no 243-F que versa sobre ofensas à honra, porém o árbitro Phillip Bennett, disse em depoimento que não havia se sentido ofendido, e o meia acabou respondendo apenas pelo primeiro. A relatora Renata Mansur Bacelar deste processo pediu que Seedorf sofresse a suspensão de um jogo, que fosse convertida em uma advertência, pois o atleta é réu primário. Os auditores também acompanharam este voto da relatora.

O advogado Aníbal Rouxinol do Botafogo disse que o julgamento foi demorado (2 horas e 15 minutos até o resultado), porém a sentença não foi bem o que o time esperava, pois ele diz que buscam absolvição. Porém Rouxinol disse que dos males, o menor, por Seedorf ter recebido apenas uma advertência.

Seedorf saiu do tribunal sem dar declarações de maneira oficiais. Conforme a assessoria do Botafogo, o jogador gostaria primeiro de entender o que ocorreu com ele para poder se pronunciar. O meia, porém não mostrava estar totalmente satisfeito, pois esperava a absolvição. Quando estava deixando o tribunal Seedorf ainda deu autógrafo em uma camisa do clube de General Severiano que defende.