Publicado em: quinta-feira, 24/07/2014

Secretário de Saúde libera R$ 3 milhões para que o pronto-socorro da Santa Casa seja reaberto

Secretário de Saúde libera R$ 3 milhões para que o pronto-socorro da Santa Casa seja reabertoApós o anuncio de que o Pronto-Socorro da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo fecharia por falta de recursos, o secretário estadual de Saúde, David Uip, disse que que irá liberar R$ 3 milhões para a seja aberto imediatamente o pronto-socorro. Ele também afirmou que será feita uma auditoria nas contas da instituição.

A Santa Casa fechou o pronto-socorro para atendimentos na última terça-feira (22). Nessa quarta, exames e cirurgias sem caráter de urgência foram suspensas. Segundo a direção, as dívidas estão acumuladas e faltam matérias, por isso foram tomadas essas medidas, até as 11h40 do dia de hoje a direção do hospital não havia se pronunciado sobre a decisão do governo estadual.

De acordo com o secretário David Uip, a direção do hospital foi consultada e declarou que iria conversar com fornecedores para que possam definir como será a reabertura. Por ser um hospital filantrópico privado, a Santa Casa não cobra valor nenhum dos pacientes e o atendimento é financiado pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e complementado pelo governo do estado.

Valores repassados anteriormente

O valor disponibilizado de R$ 3 milhões foi depositado nesta quarta na conta do hospital. O secretário relatou que a intenção é que haja uma auditoria nas contas do hospital com representantes dos governos federal, estadual e municipal.

Ele ainda completa dizendo que a Santa Casa recebeu, em 2013, um valor que correspondia a 2,6 vezes o valor que já havia sido gasto em atendimentos de acordo com a tabela do SUS. Ainda no ano passado, segundo os valores registrados na tabela, o valor da produção foi de 155 milhões.

Os dados que foram descritos pelo secretário, nos cinco primeiros meses do ano, o total que foi repassado para o hospital chegou a um pouco mais de R$ 173 milhões e o custo que a produção teve foram de R$ 63 milhões.