Publicado em: domingo, 30/03/2014

Secretaria da Saúde do Mato Grosso registra 250 novos casos de dengue no estado em apenas uma semana

Secretaria da Saúde do Mato Grosso registra 250 novos casos de dengue no estado em apenas uma semanaO alastramento da dengue pelo Estado do Mato Grosso continua em ritmo preocupante. Apenas na última semana, um total de 250 casos da doença foram identificados em diversas regiões do Estado, segundo balanço divulgado pela Secretaria de Saúde do MT. Os dados de 3.293 notificações de dengue foram recebidas pela secretaria, além de duas mortes em decorrência da doença.

Há ainda a suspeita de outras cinco mortes que podem ter acontecido em decorrência da dengue no Estado, e que estão sob investigação nas cidades de Alta Floresta, Cuiabá, Campo Novo dos Parecis, Várzea Grande e Lucas do Rio Verde. Pelos dados divulgados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), houve queda de 87% nos registros de dengue no Estado na comparação com o mesmo período do ano passado.

Isso porque, de janeiro ao final de março, o número de casos da doença no Mato Grosso chegou a assustadoras 25.651 ocorrências. Sinop é pelo segundo ano consecutivo o município com os maiores números de infestação da doença no Estado. A cidade, que fica a 503 km da capital Cuiabá, já registrou 890 casos de dengue apenas neste ano. No segundo lugar deste ranking aparece Cuiabá, com 309 registros, e a terceira cidade que mais tem casos de dengue é Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá, que teve 152 ocorrências.

Prevenção

A secretaria da Saúde alerta para os riscos da dengue, que pode levar ao óbito, e pede que a população tenha mais consciência e colabore na eliminação de focos do mosquito transmissor. Entre as recomendações estão a limpeza de calhas e vasos de plantas, assim como o pote de água de animais. Piscinas devem ter a água sempre tratada com cloro, e materiais que possam acumular água devem ser descartados. Caixas d’água, poços e pneus devem ser mantidos bem cobertos.