Publicado em: sexta-feira, 27/07/2012

Seca nos EUA pode fazer com que Brasil se torne o maior produtor de soja no mundo

Seca nos EUA pode fazer com que Brasil se torne o maior produtor de soja no mundoA pior seca dos últimos 50 anos nos Estados Unidos está fazendo com que os agricultores brasileiros que produzem soja passem por um grande período. Por conta da possibilidade de uma quebra histórica da produção de soja norte-americana para a safra de 2012/2013, o preço do grão disparou no mercado internacional. Um exemplo disso é que no Porto de Paranaguá, no Paraná, a saca de 60 quilos já ultrapassou o valor de R$ 80. Quando comparado com o mesmo período de 2011, esse aumento equivale a uma taxa de 100%.

Neste ano, os Estados Unidos esperavam ter a maior safra de soja da história, colhendo 87 milhões de toneladas do grão, mas já há uma previsão de 10% de queda nesse número. Enquanto isso, aqui no Brasil muita gente já está acreditando que seremos pela primeira vez na história o maior produtor de soja no mundo. Os agricultores brasileiros que fazem o cultivo do grão que iniciarão o plantio estão fazendo novas estratégias, como a substituição de culturas, para que a produção de soja seja ainda maior.

No Paraná, por exemplo, a produção de soja neste ano deve ser 37% maior. Dessa forma, o Ministério da Agricultura fez novas contas e agora estima que a produção nacional de soja para a safra de 2012/2013, que antes era de 77 milhões de toneladas, passe a ser de 82 milhões de toneladas. A safra brasileira começará agora.

A seca nos Estados Unidos também está afetando as plantações de milho. Por conta disso, os produtores do Brasil já estão plantando mais milho por conta do aumento do preço no mercado internacional. O preço já aumentou, mas não no mesmo ritmo registrado com a soja.