Publicado em: terça-feira, 02/08/2011

Schincariol vende 50,45% do seu patrimônio para empresa japonesa

A cervejaria brasileira Schincariol vendeu por 198, bilhões de ienes (2,56 bilhões de dólares) mais de 50% do seu patrimônio para a empresa japonesa Kirin Holdings. O objetivo da venda é exercer uma política de internacionalização visando compensar o mercado japonês, que se encontra decadente. A empresa japonesa aproveitou o crescimento do iene para garantir um preço melhor na compra.

A Schincariol é a segunda maior cervejaria do Brasil, dos produtos que tem mais de 80% são cervejas. A marca é dona das cervejas Nova Schin, Devassa Bem Loura, Baden Baden, Eisenbahn e Glacial, além de produzirem outros produtos como refrigerantes, sucos de frutas e água mineral. A Ambev é a maior produtora de cerveja do Brasil.

A empresa japonesa, Kirin, que já está presente nos continentes asiático e também na Oceania, comprou às ações correspondentes a empresa Aleadri-Schinner Participações e Representações S.A tinha da Schincariol. No ano passado a cervejaria faturou 2,85 bilhões de reais, logo a Kirin pegou o mercado brasileiro em grande expansão. Ao comprar uma empresa com 10 mil funcionários.

Como o mercado de cerveja vem em grande crescimento, principalmente no que diz respeito a entrada de produtos importados, ao contrario do que esta acontecendo no Japão que a produção da industria da cerveja caiu 3,5% só no mês de junho. Além da Schincariol a empresa Kirin já possui as marcas Lion Nathan, da Australia e possui porcentagem das marcas San Miguel Brewery, das Filipinas e também da Fraser & Neavedu, maior empresa de cerveja de Cingapura.