Publicado em: sábado, 17/09/2011

Sarney nega ter indicado Vieira ao Turismo, mas confirma testemunho favorável à sua escolha

O presidente da casa do Senado, José Sarney (PMDB-AP), afirmou nesta sexta-feira (16) que a indicação do nome de Gastão Vieira ao Ministério do Turismo não foi feita por ele, mas que o novo ministro conta com o seu ‘testemunho’ para assumir a nova gestão. Ao mesmo tempo, Sarney havia elogiado Pedro Novais, ex-ministro da pasta, quando tomou posse do cargo no momento da sua indicação. Mesmo negando a indicação de Vieira, tanto o atual ministro quanto o ex foram apadrinhados por Sarney.

Sobre a escolha de Vieira para o cargo, Sarney declarou que “o deputado Gastão Vieira é um excelente nome e tem uma grande folha de serviços prestados ao País, tanto federal quanto estadual”. A respeito dos boatos sobre o seu ‘dedo’ na indicação de Vieira para o Ministério, Sarney defende que “quem indica é a presidente da República, que indica e nomeia ministros. De maneira que ninguém indica”.

Durante a cerimônia de posse, que aconteceu na sexta-feira, Vieira citou o presidente do Senado e a sua família, falando sobre a filha e a mulher de Sarney, Roseana. De acordo com Vieira, a família Sarney o ensinou a trabalhar com “espírito público”. Ao mesmo tempo em que
Sarney nega ter indicado Vieira, o presidente do Senado confirma que testemunhou a favor do seu nome.

O Ministério do Turismo ficou sem representante da pasta nesta quarta-feira (14), quando o então ministro, Pedro Novais, entregou sua carta de demissão. Novais foi pressionado a deixar o cargo depois de receber acusações de ter pago por sete anos consecutivos a sua governanta
particular com dinheiro da Câmara.