Publicado em: terça-feira, 19/10/2010

Sarkozy promete reagir contra protestos

O presidente da França, Nicolas Sarkozy, anunciou na terça-feira (18) que o governo deverá reagir contra a série de protestos que o país vem enfrentando nos últimos dias.

A França enfrenta, pelo sexto dia seguida, uma série de protestos e bloqueios feitos por trabalhadores que são contrários à reforma previdenciária no país, que aumenta em até três anos a idade mínima para se aposentar.

Postos, refinarias de combustíveis e rodovias foram bloqueadas desde o fim de semana, o que gerou um colapso no sistema de transportes. Alguns núcleos de educação também decidiram por paralisarem.

Sarkozy afirmou que a oposição tem liberdade para protestar, mas que, se for necessário, irá utilizar ‘forças de ordem’ para evitar manifestações violentas. O presidente está irredutível sobre sua posição na reforma previdenciária.