Publicado em: quarta-feira, 25/04/2012

Sarkozy mudou discurso para agradar extrema direita, diz Hollande

Nesta quarta-feira (25), o candidato socialista, François Hollande, fez acusações ao rival nas eleições presidenciais da França, Nicolas Sarkozy. Hollande afirma que seu oponente mudou o discurso ara agradar o voto da extrema direita Frente Nacional (FN). A candidata do partido, Marine Le Pen, ficou em terceiro lugar no primeiro turno, sendo que o segundo acontece no próximo dia 6.

De acordo com a publicação feita pela versão digital da revista Exame, Hollande afirmou, para a televisão pública “France 2”, que Sarkozy quer agradar até mesmo os dirigentes. O candidato socialista disse também que cada um realiza a campanha que achar melhor, e que não vai alterar o seu discurso.

Cata-vento

Segundo a publicação da Exame, Hollande afirmou que seu rival possui o comportamento de um “cata-vento”, pois suas ideias mudam conforme os interesses. Hollande também acusou Sarkozy de fazer pressão sob os empresários do país, fazendo com que eles fizessem as eleições necessárias apenas depois que as eleições acabarem.

Mesmo com todas as acusações do oponente, Sarkozy afirma que não fez nenhum acordo com a Frente Nacional com o intuito de vencer as eleições. O atual presidente francês disse a rádio “France Info” que ele nunca quis ministros da Frente Nacional e que isto não vai acontecer. Ele disse também, segundo a publicação, que está dirigindo seu discurso aos 18% de eleitores que votaram em Marine Le Pen, mas que não são de propriedade dela.