Publicado em: sexta-feira, 17/02/2012

Sarkozy começa campanha e troca acusações com adversário

Nesta quinta-feira (16), o presidente da França, Nicolas Sarkozy, começou sua campanha para um novo mandato com acusações ao seu adversário nas eleições, o socialista François Hollande. Em seu primeiro comício, que aconteceu em Annecy, no leste do país, Sarcozy afirmou que Hollande mente “da manhã até a noite” para a população francesa.

Após as acusações, François Hollande reagiu, e acusou o presidente da França de “falsificação, caricatura e manipulação”. Em sua fala, Sarkozy fez referência a uma declaração de seu adversário, dizendo que o candidato socialista mente quando afirma para a imprensa ser um liberal, mas afirma para o eleitorado que as finanças “são o inimigo”.

Sarkozy continuou sua declaração no comício dizendo que para que se construa uma nova Europa e uma nova França é preciso esquecer as ideias passadas. Desta forma, o presidente francês relembra o eleitorado sobre as medidas que foram aplicadas em sua gestão, como, por exemplo, as mudanças do sistema das universidades e aposentadoria, e afirma que não cedeu as pressões. O atual chefe de Estado admite que cometeu muito erros em seu mandato, mas que sempre se esforçou para ser uma pessoa justa em suas ações.

Hollande não aceita acusações de Sarkozy

Hollande, por sua vez, não ficou calado com as acusações, e criticou a estratégia de Sarkozy em entrevista para a rede de televisão do país TF1. O candidato socialista, que está liderando as pesquisas com vasta vantagem, afirmou que não quer insultos ou brigas. Para Hallende, o atual presidente da França está fazendo ataques sem sentido em sua campanha pela reeleição.