Publicado em: terça-feira, 08/11/2011

Sarkozy chama Netanyahu de mentiroso em conversa particular com Obama

Os presidentes dos Estados Unidos e da França, Barack Obama e Nicolas Sarkozy, foram escutados por jornalistas enquanto estavam em uma conversa privada durante a reunião do G-20 na França. O diálogo teria sido sobre a aprovação da França sobre a questão Palestina de adesão à Unesco. Porém, Sarkozy teria declarado o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, “é um mentiroso”. Netanyahu é o representante do principal país interessado na questão palestina.

A conversa teria começado com uma represália dos Estados Unidos por a França não ter avisado que votaria a favor da Palestina. A votação aconteceu em 31 de outubro. Depois de ter sido criticado, Sarkozy teria conduzido a conversa para falar sobre Netanyahu, e neste momento teria declarado “eu não o aguento mais, ele é um mentiroso”. Na seqüência, Obama teria respondido “você pode estar farto dele, mas eu tenho de lidar com ele todo dia”. Os jornalistas que ouviram a conversa esperaram alguns dias antes de relatarem o episódio.

Enquanto jornais franceses tentaram proteger a imagem de Sarkozy, jornalistas israelenses publicaram a conversa na íntegra. Analistas acreditam que os comentários do presidente francês podem dificultar as negociações de paz no Oriente Médio. O jornal francês Le Monde fez uma referência à conversa, mas não publicou como o diálogo aconteceu.

Os Estados Unidos apóiam Israel na questão palestina, pois acreditam que a única maneira de realmente solucionar os conflitos na região é por meio de um acordo de paz. A Palestina está em busca do reconhecimento oficial como um Estado perante a Organização das Nações Unidas (ONU).