Publicado em: quinta-feira, 21/06/2012

São Paulo recicla pouco mais de 1% do lixo produzido todos os dias

Segundo informações fornecidas pela prefeitura de São Paulo, somente 214 das 18,3 mil toneladas de resíduos sólidos coletados todos os dias na cidade são recicladas. Esse número representa pouco mais de 1%, totalizando 1,18%. Esse percentual já foi menor e agora conta com a ajuda de cooperativas de reciclagem. O lixo jogado fora só não é maior em função das atividades desenvolvidas pelas cooperativas, as quais não possuem convênio com prefeitura. Elas atuam sem auxilio da prefeitura, mas contribuem para a despoluição da maior cidade do país. Conforme explicou um membro do Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis (MNCR), a quantidade de reciclagem feita pelas cooperativas é quatro vezes maior do que aquilo que é contabilizado pela prefeitura. Além disso, há o trabalho dos catadores, sendo que 90% dos trabalhadores dessa função na cidade trabalham sozinhos e não estão atrelados a essas entidades e cooperativas.

Cidade conta com cooperativas que fazem a reciclagem

O coordenador do MNCR de São Paulo, Eduardo Oliveira, explicou que hoje há na cidade 15 mil catadores, mas somente 1,2 mil trabalham nos centros de reciclagem. Há no total 30 cooperativas e 56 núcleos de catadores na cidade. Nessas cooperativas é feita a reciclagem por conta própria e cada uma delas recicla pelo menos 30 toneladas de material por dia. Isso significa que as cooperativas tem um papel importante na cidade, pois recicla mais do que a própria prefeitura. O volume diário calculado pelo conjunto de cooperativas chega a 900 toneladas diárias. Segundo Silva, se a prefeitura desse mais apoio a essas entidades, possivelmente haveria um aumento da reciclagem podendo chegar a 70% do total de lixo produzido na cidade. Silva diz que o ideal seria um centro de reciclagem em cada um dos 96 distritos da capital paulista para melhor atender todos os pontos da cidade.