Publicado em: quarta-feira, 26/02/2014

São Paulo rebate declarações de Jadson

São Paulo rebate declarações de JadsonAssim que saiu do tricolor paulista, em troca que envolveu o atacante Alexandre Pato, o meia Jadson passou a criticar seu antigo clube, revelando muitas mágoas com a diretoria e com o treinador Muricy Ramalho. Recentemente, Jadson afirmou que alguns dirigentes do São Paulo costumam desvalorizar bons atletas que não se encaixam na equipe. O meia também rebateu algumas declarações de Muricy Ramalho, que davam a entender que Jadson não estava demonstrando vontade de atuar pelo São Paulo.

Antes de se transferir para o Corinthians, Jadson disputou apenas uma partida na temporada. De acordo com Muricy Ramalho, o meia voltou das férias acima do peso, sem condições físicas de atuar. Jadson confirmou que, de fato, estava longe da forma ideal, mas ressaltou que treinou em dobro, ao longo de três semanas, para recuperar a forma física.

Resposta

As declarações dadas por Jadson repercutiram no tricolor paulista. De acordo com João Paulo de Jesus Lopes, vice-presidente do São Paulo, há respeito pela opinião do jogador, mas Jadson se equivoca ao dizer que não foi valorizado no São Paulo. Lopes, inclusive, afirmou que o meia foi procurado para renovar seu contrato com o clube, mas não demonstrou interesse.

Lopes afirmou, também, que o elenco do São Paulo é muito qualificado e que não há interferência da diretoria na escalação da equipe. As declarações do dirigente vão de encontro ao pensamento de Muricy Ramalho, que afirmou, após o clássico contra o Santos, que nenhum jogador tem privilégios no São Paulo, tendo de conquistar seu espaço com um bom desempenho em campo.

Titular

Em pouco tempo atuando pelo Corinthians, Jadson já conquistou a titularidade. Até o momento foram três jogos pelo novo clube, todos com boas atuações. Contra o Oeste, inclusive, Jadson marcou o gol que selou a virada do Timão e o reencontro com as vitórias, após seis rodadas. Na mesma partida, o meia foi responsável por uma assistência. Agora, Jadson já se tornou titular absoluto no time de Mano Menezes, sendo um dos grandes responsáveis pela reconstrução no elenco promovida pelo técnico e pela diretoria alvinegra.

Troca

Ainda é cedo para avaliar se uma das equipes saiu ganhando na troca entre Jadson e Alexandre Pato, principalmente porque o atacante não pode jogar o Campeonato Paulista, já que fez cinco partidas pelo Corinthians no estadual – o limite estipulado pelo regulamento é de três partidas. Contudo, até o momento, o São Paulo não tem muitos argumentos para defender a troca de atletas.

Antes do clássico contra o Santos, João Paulo de Jesus Lopes teve de responder, mais de uma vez, às perguntas dos jornalistas sobre as declarações recentes de Jadson. Segundo o dirigente, Alexandre Pato tem tido um bom desempenho nos treinos, e tem muitas chances de ter sucesso no tricolor paulista.

Devido ao regulamento do Paulistão, Pato deve estrear pelo São Paulo apenas no dia 12 de março, quando o tricolor estreia na Copa do Brasil, contra o CSA. Entretanto, o verdadeiro termômetro para Alexandre Pato será apenas o Campeonato Brasileiro, que começa em abril.