Publicado em: quinta-feira, 21/06/2012

São Paulo – Leão revela irritação com derrota para o Coritiba

O técnico Emerson Leão não escondeu sua insatisfação após a derrota para o Coritiba, por 2 a 0, na noite da última quarta-feira (20), pela semifinal da Copa do Brasil. O revés significou a eliminação do tricolor na competição nacional, e os gols sofridos foram os principais motivos da irritação do técnico são-paulino.

A principal queixa de Leão está no fato de que os dois gols do Coritiba foram de cabeça, jogada que o treinador havia alertado sua equipe durante a semana. O técnico ainda criticou a falha defensiva ocorrida no segundo, anotado por Everton Ribeiro, em que ele subiu livre para cabecear. O primeiro gol dos paranaenses também foi na bola aérea, com Emerson, após cobrança de escanteio.

Minutos após o segundo gol, Leão sacou o volante Casemiro, que teria sido um dos responsáveis pela falha no lance. Na entrevista coletiva, logo após a eliminação, no entanto, o treinador são-paulino evitou nominar os jogadores supostamente culpados pelos gols sofridos. Leão apenas revelou que ficou ‘pê da vida’ ao tomar dois gols de bola aérea.

Quem também não escondeu sua insatisfação após a eliminação foi o atacante Luis Fabiano. O centroavante deixou o gramado do Couto Pereira visivelmente irritado, e não deu muitas declarações. Apenas afirmou que neste momento ‘não há o que falar’. O camisa 9 são-paulino não teve uma boa noite, tendo desperdiçado algumas oportunidades de gol, fato também lamentado por Leão durante a entrevista coletiva.

Já o presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio avaliou a eliminação como ‘lamentável’, afirmando que a equipe ‘razoavelmente bem’ em Curitiba, mas que acabou não conseguindo o resultado que o classificaria para a final da Copa do Brasil. Juvêncio confirmou que Leão seguirá como técnico, classificando seu trabalho à frente do São Paulo como ‘razoável’.