Publicado em: quinta-feira, 16/02/2012

São Paulo: cinco pessoas ainda continuam internadas devido à batida de trens

Pelo menos cinco vítimas do acidente entre uma locomotiva de manutenção e um trem ainda estão internadas. A colisão aconteceu na manhã de ontem (15) e ao todo 51 pessoas ficaram feridas. Segundo a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos, (CPTM), não há detalhes a respeito do estado de saúde das vitimas, mas nenhum dos feridos corre risco de morte. Eles foram encaminhados para hospitais da região em Pirituba, Parada de Taipas, Freguesia do Ó e Vila Penteado.

O acidente aconteceu entre os trens na estação Vila Clarice, Zona Norte de São Paulo, por volta das 9h na linha 7-Rubi, que liga as estações Jundiaí e Luz. Segundo equipes CPTM, ao sair da estação, um trem de manutenção bateu na traseira da composição que levava passageiros. Em função do acidente, o tráfego da linha foi bloqueado, e os trens passaram a circular em via única, em ambos os sentidos. Com isso, o intervalo entre as composições ficaram maiores e a velocidade foi reduzida.

Pelo menos 11 carros de bombeiros precisaram ser enviados até o local. As vítimas foram levadas para prontos-socorros de Perus e Pirituba e passam bem. De acordo com uma nota divulgada pela CPTM, as causas da colisão ainda não foram detectadas, mas que até sexta-feira (17) será divulgado resultado das apurações.

Por enquanto o que se sabe é que não houve qualquer falha técnica do sistema. Jurandir Fernandes, secretário dos Transportes Metropolitanos, explicou que já há indícios de que foi dada a autorização para o trem de manutenção entrar na via, resta saber como e por que ela foi dada.