Publicado em: terça-feira, 03/01/2012

Santos deixa de cobrir proposta e 10% de Ganso vai para o DIS

O presidente do Santos, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, não aceitou cobrir a proposta feita pelo grupo DIS para 10% dos direitos federativos de Ganso que pertenciam ao próprio jogador. Dessa forma, por R$ 5 milhões a porcentagem foi adquirida pelo grupo.

Por contrato, o Santos teria preferência pela compra dos 10% de Ganso, mas a direção avaliou como ‘mau negócio’ desembolsar qualquer valor pela porcentagem do jogador.

Isso porque o Santos pretende manter Ganso na equipe até o final do seu contrato, que vai até 2015, e adquirir essa porcentagem não teria valor já que no fim do vínculo ela não valeria mais.

Agora o DIS passou a ser o detentor majoritário dos direitos de Ganso com 55%, o Santos possui 45%. Mesmo assim, o presidente garantiu que a equipe possui a última palavra no que diz respeito a uma negociação.