Publicado em: quinta-feira, 01/12/2011

Santander abre sucursal no Complexo do Alemão

O banco espanhol Santander chegou a uma das zonas mais pobres do país, abrindo uma sucursal na entrada da favela Complexo do Alemão. O banco é a terceira maior entidade financeira do Brasil, atrás apenas do Itaú e do Bradesco.

O Santander quer aproveitar esse momento em que 46 milhões de brasileiros passaram da classe baixa para a classe média. A proposta da filial brasileira é crescer 15% em receitas e lucros nos próximos anos. Serão 120 novas sucursais por ano, somando aos já 52 mil trabalhadores e 3.700 dependências.

O Complexo do Alemão conta com aproximadamente 140.000 pessoas e além de ganhar uma nova agência bancária, contará também com contribuições culturais e educacionais para o desenvolvimento da favela, por parte do Banco Santander.

A agência do banco na favela já conta com dois mil clientes e disponibiliza os serviços bancários habituais, porém, adaptados a realidade do bairro. Um dos principais produtos é o microcrédito concedido para pequenos empreendedores, no valor de mil reais.