Publicado em: sexta-feira, 25/01/2013

Samsung controlará gastos na 1ª vez na sua história desde que a crise começou

Samsung controlará gastos na 1ª vez na sua história desde que a crise começouA empresa sul-coreana Samsung Electronics teve uma estratégia para seus gastos de maneira cautelosa na primeira vez desde que a crise financeira começou, e manteve o plano para investimentos em 2013 no mesmo nível que já tinha no ano passado. A ação acontece em um momento em que existe pouca demanda de chips de computadores e os de smartphones estão desacelerando.

A sul-corena, que é uma das empresas que mais investem neste setor, teve aumento das despesas com capital ano a ano desde 2004, menos no ano de 2009, para que pudesse atender a demanda da variedade dos produtos eletrônicos e de outros dispositivos móveis. A Samsung fez a venda de volume recorde, chegando a 700 mil smartphones em um dia durante o trimestre passado.

Porém, como o mercado de computadores pessoais está diminuindo pela primeira vez nos últimos 11 anos, o mercado de aparelhos smartphones vem crescendo de maneira mais lenta, e a empresa norte-americana Apple deverá realizar menos compras de microprocessadores Samsung utilizados no iPhone e iPad, a grande empresa da Coréia do Sul agora está forçada a ter maior controle dos gastos.

A empresa, que teve registrou lucro recorde tanto anualmente quanto trimestralmente, afirmou que vai manter os investimentos no mesmo patamar que estavam no ano passado. Dados da empresa apontam que a Samsung começou a diminuir o investimento que planejou para o trimestre passado.

A Samsung afirmou que fez o gasto de 4,4 trilhões de wons entre os meses de outubro até dezembro, o que levou o investimento do ano de 2012 a chegar ao recorde de 23 trilhões de wons (moeda sul-coreana), cerca de US$ 21,5 bilhões. Porém a empresa afirmou no mês de outubro que estava próxima de gastar 25 trilhões de wons no ano passado.

Analistas esperavam que fosse ter um corte entre 4% e 20% dos gastos de capital da empresa para este ano.