Publicado em: quarta-feira, 30/11/2011

Samsung consegue liminar para vender Galaxy 10.1 na Austrália

A sul-coreana Samsung conseguiu uma liminar nesta quarta-feira (30) no tribunal da Austrália que garante o retorno da comercialização do seu tablet, o Galaxy 10.1, no mercado do país. Até então, a Samsung estava proibida de vender o produto nas lojas australianas por causa de uma ação da norte-americana Apple, que acusa a concorrente de ter violado patentes na produção do tablet, alegando que teria copiado tecnologias empregadas no desenvolvimento do iPad.

A proibição imposta à Samsung era temporária, sendo que agora as duas empresas ainda precisam participar de uma audiência final que determinará a possibilidade de continuar a vender ou não o Galaxy 10.1 na Austrália. A Corte local ainda não definiu uma data específica para esse encontro. Somente com essa notícia da revogação da proibição temporária as ações da Samsung voltaram a subir na Bolsa de Seul, sendo que amanheceram em queda de 0,9%, mas apresentaram recuperação de 0,4%.

Outro ponto positivo para a empresa sul-coreana é a expectativa que as vendas devem ser alavancadas com as compras de final de ano para o natal. De acordo com o analista da IBK Securities, Nam Tae-hyun, “o tablet 10.1 não é o produto chave da Samsung, e a decisão do tribunal, qualquer que fosse, não deveria afetar os negócios da empresa. Mas as últimas notícias implicam que os dois lados (Samsung e Apple) estão agora um passo mais perto de uma reconciliação, o que certamente é uma boa notícia para a Samsung”.

A Apple e a Samsung vem se enfrentando em diversos tribunais de países onde ambas pretendem comercializar os seus produtos.