Publicado em: sexta-feira, 11/04/2014

Sam Alves não tem medo de cair no esquecimento

Sam Alves não tem medo de cair no esquecimentoO rapaz que chamou a atenção do público por sua voz e também por sua história de vida, Sam Alves, está em um momento promissor da carreira.

Mesmo sabendo que o estrelismo pode chegar ao fim, ele diz que não tem medo de as pessoas o esquecerem. Ele vendeu o programa The Voice Brasil e recebeu o apelido de “anjo”, por causa dos cachos de seu cabelo.

Para manter os cabelos bonitos, é preciso 30 minutos de trato no cabelo. Mesmo assim, Sam diz que mantém o visual por conta dos fãs. Ele até mesmo diz que chegou a fazer uma brincadeira dizendo que iria raspar a cabeça e as meninas ficaram indignadas.

Mesmo com tanta gente admirando seu trabalho e beleza, Sam diz estar solteiro. Ele afirma que não tem tempo para se dedicar a um namoro. O rapaz é romântico e quando está apaixonado quer passando bastante tempo com a companheira.

Para quem não perde uma aparição de Sam na televisão, já pode saber que ele estará no programa “Mais Você”, no dia 24 de abril.

Depois de ter vencido o The Voice Brasil, Sam lançou seu primeiro disco. O lançamento foi feito neste mês de abril. Mas, os shows ainda não começaram. Ele diz que não tem medo do esquecimento porque já conquistou o seu público.

Aparecer na televisão e conquistar um número ainda maior de fãs é mais uma conquista, mas não indispensável para o seu sucesso.

Como acontece com alguns fãs de artistas, Sam já ficou sabendo de algumas loucuras que meninas fizeram por ele. Uma delas lhe deu um beijo na região do pescoço que deixou marca. Outras, tatuaram o nome dele no corpo.

O público fiel de Sam são os que admiram a música gospel. Sam é religioso e pensa que esse gênero musical pode ser uma boa oportunidade para se manter na carreira artística.

Sam diz que o público gospel se identifica com ele. Mas, por enquanto, os planos de Sam são outros. Ele quer continuar morando no Brasil e não pensa em retornar aos Estados Unidos, onde morou por 20 anos.