Publicado em: sábado, 08/02/2014

Roteirista processa Tom Cruise por plágio

Tom Cruise é processado por plágioTimothy Patrick McLanahan, entrou com um processo em Los Angeles contra Tom Cruise. O roteirista alega que o astro cinematográfico teria utilizado uma de suas histórias sem lhe dar crédito. O roubo intelectual teria ocorrido na roteiro de Missão Impossível – Protocolo Fantasma, de 2011, último episódio da saga.

Segundo o roteirista, seu texto foi encaminhado para a CAAs, Creative Artists Agency, agência que representa Tom Cruise, sem que ele soubesse. Ao assistir ao filme, Timothy percebeu que se tratava de um plágio de um roteiro seu, escrito em 1998 e intitulado Head On, que ele tentou inutilmente vender para produtoras de Hollywood.

Oportunismo

Para o advogado de Tom Cruise, Bert Fields, o ator não furtou nada nem ninguém e o caso será arquivado pela justiça com toda a certeza. O filme faturou 145 milhões de dólares em vendas de DVDs e arrecadou 690 milhões nas salas de cinema. O roteirista pede a quantia de 1 bilhão de dólares por danos morais e perdas.

(Com informações da AFP)