Publicado em: sábado, 28/02/2015

Ronda Rousey é o maior nome do UFC neste momento

Com a volta de Ronda Rousey, as mulheres estão liderando o Ultimate Fight Combat (UFC). O próximo UFC será a terceira vez que Ronda Rousey lidera um card pay-per-view, mesmo que tenha sido por conta da lesão de Chris Weidman, que adiou a luta dele contra o brasileiro Belfort. Até alguns anos, não havia qualquer possibilidade de mulheres estarem disputando no UFC. Esta luta será também a quinta defesa do cinturão no galo feminino. Com essa disputa, o status de Ronda será colocado à prova. Considerando os problemas que vários lutadores vem enfrentando na carreira, mais uma vitória seria suficiente não só para manter o título da categoria, mas também para que Ronda sustente o título de maior nome do UFC atualmente.

Para conquistar esse espaço no UFC, ela precisou batalhar muito em meio a atletas já renomados, como Jon Jones, Anderson Silva e Georges St-Pierre. Mas a americana oriunda do judô foi apenas acumulando vitórias, solidificando sua participação e aos poucos se tornando um dos rostos mais conhecidos da prática esportiva. Ela ficou famosa, participou de filmes de ação, realizou ensaios sensuais e até foi uma das técnicas em uma temporada do TUF. Ronda vem tendo uma postura de vencedora, com uma vitória em apenas 16 segundos durante uma disputa do cinturão. Também ajudou a atleta a ficar em alta esse ano a maneira como defende o esporte, além dos problemas enfrentados por outros lutadores.Ronda Rousey é o maior nome do UFC neste momento

Enquanto uns estão aposentados, Jon Jones foi flagrado no doping para cocaína e Anderson Silva aguarda o julgamento pelo uso de anabolizantes. A próxima luta de Ronda acontece no Staples Center, em Los Angeles, um excelente palco para a lutadora brilhar na disputa contra Cat Zingano, que também vem sendo dura na queda contra suas adversárias. Com uma vitória, ela não só garante o cinturão como também consegue sair da sombra desses astros mais renomados que estão vivendo uma boa fase.

Até o momento, Ronda vem desempenhando uma carreira sem tropeços, após um início como medalhista olímpica. O que ela precisa nesse momento é conseguir provar que também pode vender pelo UFC o mesmo que outros grandes nomes do Ultimate e que agora enfrentam uma fase ruim. No que depender da direção do UFC, Ronda deve continuar batendo recordes de audiência.