Publicado em: segunda-feira, 19/03/2012

Ronaldo não descarta assumir a CBF

O ex-jogador de futebol e atualmente empresário e membro do COL (Comitê Organizador Local) da Copa do Mundo de 2014, Ronaldo, não descarta virar dirigente nos próximos anos. O ‘Fenômeno’ afirmou que pretende iniciar a carreira de ‘político do futebol’.

No último domingo (18), o jornal ‘Folha de São Paulo’ publicou uma entrevista com o ex-atacante, onde ele afirma que pode contribuir muito para o futebol brasileiro, e por isso não descarta assumir a presidência da CBF, após o fim do mandato de José Maria Marin, em 2015.

Ronaldo, no entanto, disse que não deverá ser candidato à presidência da entidade, e só assumiria a chefia do futebol brasileiro em caso de um eventual convite. Em seguida, o Fenômeno disse que a prioridade no momento é se dedicar à realização da Copa do Mundo de 2014.

Se assumisse a presidência da CBF, Ronaldo teria de esperar o fim de mandato de Marin, que assumiu o cargo após a renúncia de Ricardo Teixeira. O mandato de Marin se estende até 2015, quando devem acontecer novas eleições para definir o novo presidente da entidade.