Publicado em: quarta-feira, 15/07/2009

Romário é preso por não pagar pensão alimentícia

O ex-jogador de futebol Romário, foi detido na última terça-feira, acusado de não pagar a pensão alimentícia dos filhos. A acusação foi feita por sua ex-mulher Mônica Santoro, com quem teve dois filhos.

A prisão foi determinada pelo juiz Antônio Aurélio Abi-Ramia Duarte, da 2ª Vara de Família, por causa de uma ação movida pela ex-mulher há três meses, que cobra o pagamento das pensões dos meses abril e maio para os filhos Moniquinha e Romarinho.

De terça para quarta-feira, o jogador dormiu no chão de uma sala em um distrito policial na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. Sem privilégios, Romário teve a mesma refeição que seus colegas de cela, também acusados de não pagarem pensão alimentícia.

A dívida já foi paga. Segundo o delegado do distrito, Romário deve comparecer nesta tarde a uma audiência na 2ª Vara de Família do Fórum Regional da Barra da Tijuca e só depois terá a resposta se será solto ou não. Romário já havia sido preso em 2004 pelo mesmo motivo.